Prejuízos ocasionados pela perda de material.

Orçamento de Obras
Prejuízos ocasionados pela perda de material.
Powered by Rock Convert

Uma obra conta com uma infinidade de variáveis que vão interferir diretamente na qualidade da obra, na entrega da edificação dentro do prazo, assim como no total de gastos para levantar a edificação. Entre os elementos que geram estes prejuízos, está a perda de material.

Mas afinal, quais são os prejuízos, o que leva a perda de material na obra, quais são as situações que gera as perdas e como o orçamento bem planejado evita que isso ocorra? Com o intuito de responder a todas estas questões levantadas, fizemos este breve artigo especialmente para você. Continue lendo e saiba todas as informações relevantes sobre o assunto!

O que são perdas e como evitá-las?

Antes de conhecer quais são os 5 problemas gerados pela perda de material, é necessário saber o que isso representa conceitualmente. Dessa maneira, a perda é tudo aquilo que envolve tempo e dinheiro sem agregar valor ao produto final — no caso, a construção. As perdas de material, portanto, seguem essa linha de raciocínio.

Entretanto, estas perdas podem e devem ser impedidas. Por isso, é importante conhecer o que leva a estas perdas, assim como evitá-las. Dessa maneira, é importante focar em planejamento — estabelecer o passo a passo completo da obra, assim como elaborar elementos fundamentais para tal, como o orçamento.

Outro ponto importante está no armazenamento dos materiais. Muitas perdas ocorrem por conta do mal armazenamento. Desse modo, dispor de um local adequado e seguro para armazená-los é essencial. O treinamento também deve ser encarado como elemento para evitar as perdas, uma vez que profissionais capacitados implementam métodos de planejamento de obra de forma mais eficiente.

Também é importante apontar em dois elementos: a reciclagem. Vivemos na era da sustentabilidade e preocupação com o meio ambiente. Dessa maneira, a reciclagem é fundamental e contribui para a otimização dos gastos em uma construção.

Quais são as situações que geram perdas de material na obra?

A principal situação que leva a perda de material na obra é a falta de planejamento. Sem um planejamento, a obra fica entregue ao acaso e, no acaso, nunca se está preparado para o que pode acontecer. De forma geral, os resultados são muito piores do que em uma obra planejada. Entre os resultados ruins, destaca-se a perda de material.

Outro ponto que podemos salientar é a falta de gestão de estoque, isto é, não saber quanto de material você possui no depósito do canteiro de obra. Com isso, muitos materiais acabam faltando ou sobrando. Para o primeiro caso, leva a perda de material por conta de limitar o plano de ação: por exemplo, não produzir concreto por falta de pedra brita.

Para o seguindo caso, a sobra de material é prejudicial pois o que não é utilizado em uma obra acaba se estragando. Lembra daquela velha máxima “é melhor sobrar do que faltar”? Em um canteiro de obra, essa afirmação não é verdadeira. Os materiais devem ser utilizados na medida certa.

5 problemas ocasionados pela perda de material

Agora apontaremos os 5 principais problemas aumento nos gastos, atraso na entrega da edificação, perda da qualidade da obra, perda da credibilidade da construtora e perda da efetividade do planejamento da construção.

1. Aumento nos gastos

O primeiro ponto é o aumento nos gastos. Ora, se há perdas de materiais em uma obra, é necessário fazer a reposição. E para isso é necessário gastar recursos. Além disso, a perda de material atrapalha os processos de execução da obra, o que leva ao atraso.

Com o atraso, é necessário aumentar o tempo de contrato da mão de obra, o que leva a mais gastos. Desse modo, é uma espécie de efeito cascata, que leva ao aumento de gastos em inúmeros setores e fases da obra.

Powered by Rock Convert

2. Atraso na entrega da edificação

Outro ponto muito negativo é o atraso na entrega da edificação. Isso ocorre pois uma construção não pode ser concluída sem a presença dos materiais necessários para compô-la, como concreto, porcelanato, etc. Com a perda de materiais, é necessário desprender maiores recursos para comprar novos materiais, assim como maior tempo para fazer a entrega da obra em tempo hábil.

3. Perda da qualidade da obra

Qualquer elemento construtivo que apresenta um propósito, seja ele estrutural ou estético, demanda uma quantidade específica de determinado material. Se eles estiverem em grande quantidade, há problemas, especialmente na desagregação. Se eles estiverem em pequena quantidade, comprometem algumas propriedades como cor, textura e até mesmo a durabilidade e segurança — especialmente em elementos estruturais.

4. Perda da credibilidade da construtora

Com a perda da qualidade da obra e o atraso na entrega da edificação, a credibilidade na construtora acaba caindo. Dessa maneira, é importante se ater a todos os detalhes que influenciam na questão da credibilidade da construtora, incluindo os detalhes indiretos, como a perda de material.

5. Perda da efetividade do planejamento da construção

Conforme falamos anteriormente, a perda de material leva a necessidade de contatar fornecedores para comprar insumos. Nem sempre eles estão disponíveis a todo momento, o que leva ao atraso da obra e perda da efetividade do planejamento de construção, o que leva ao atraso e perda da qualidade — como em uma rede interligada, em que um problema leva a outro.

Como o orçamento bem planejado pode auxiliar na contenção da perda de material?

O orçamento não deve ser visto como um componente isolado em uma obra. Ele está atrelado a diversos outros fatores, como a gestão de estoque, de fornecedores e de materiais. Dessa maneira, um orçamento bem planejado é sim capaz de atenuar a perda de material e garantir maior qualidade da obra, assim como dos processos de construção.

Sendo assim, a perda de material é comum na maioria dos canteiros de obras espalhados pelo país. Contudo, ele pode e deve ser evitado, e com isso, elimina diversos prejuízos inerentes à perda de material. Apresentamos o conceito de perdas, como evitá-las e as situações que geram as perdas. Por fim, destacamos os prejuízos gerados e como o planejamento pode ajudar a saná-los.

Siga nossas dicas para otimizar a utilização de materiais na sua obra!


Melhore sua gestão orçamentária

O OrçaFascio é considerado por arquitetos, engenheiros e construtores como o maior e melhor software de orçamento de obras para construção civil. A plataforma congrega ferramentas imprescindíveis para seu orçamento independente de seu tamanho ou complexidade arquitetônica.

incluindo as principais bases de composições nacionais e do seu estado como, SINAPI da Caixa Econômica Federal, SBC e SICRO.

As principais instituições pública e privadas utilizam o OrçaFascio devido à sua praticidade, com interface otimizada para a execução do orçamento 8x mais rápido. Assim, você conquista tempo e evita desperdício financeiro pela eficácia na gestão orçamentária. Experimente grátis o módulo Premium por 7 dias e comprove.

Experimente o modulo PREMIUM grátis por 7 dias

Gostou deste artigo que preparamos para você sobre gestão de fornecedores? Então entre em contato. e adquira já seu módulo COMPRAS.

Gostou deste texto sobre os 5 principais problemas que a perda de material ocasiona na obra? Então conheça o nosso módulo de compras para controle de materiais no canteiro de obra!

Compartilhar

Posts relacionados

Posts em destaque

Menu