Tudo o que você precisa saber sobre as normas técnicas da construção civil

técnicas da construção civil

Desde os primórdios da humanidade, o homem foi estabelecendo padrões e ações para suprir suas necessidades. Ao retrocedermos nos processos de construção mais primitivos e compará-los com os projetos da construção civil atual, percebemos um avanço em todos os parâmetros da ciência que caracterizam a necessidade de adaptação e aperfeiçoamento nas técnicas aplicadas e que são correspondentes às necessidades evolutivas dos indivíduos. Ao passo que as atividades foram se desenvolvendo com o passar do tempo, as normas técnicas da construção civil para que tenhamos serviços com embasamento na qualidade e especializações, foram surgindo, o que favoreceu as construções de forma significativa nesses processos evolutivos.

Portanto, para todas as coisas existentes, as normas técnicas da construção civil se fazem necessárias para que o cliente consumidor tenha consciência da qualidade, durabilidade, resistência e especificações de cada produto. A ABNT é um órgão regulamentador dessas normas cujo nome é Associação Brasileira de Normas Técnicas e é responsável pela liberação dos produtos para um consumo final. A regulamentação das normas segue vários ramos distintos e correspondem às necessidades específicas para ramos de atividades distintos.

IMPORTÂNCIA DAS NORMAS TÉCNICAS DA ABNT

Em 1940 surge a Associação Brasileira de Normas Técnicas para que se estabelecessem padrões nos processos de construção civil para que pudéssemos ter construções estruturadas a partir de avaliações que apresentasse maior qualidade e segurança. Para o cumprimento dessas normas, foi estabelecido em lei os parâmetros de trabalho da construção civil, então conhecidas por NR (Normas Regulamentadoras) e NBR (Normas Brasileiras Regulamentadoras) e tem por objetivos prevenir e diminuir acidentes decorrentes no setor.

PRINCIPAIS OBJETIVOS DAS NBRs

Como em todos os projetos de leis, a criação da NBR possui objetivos que serão trabalhados nesse artigo como fonte de esclarecimentos fundamentais sobre a temática. Dos objetivos temos:

ORIENTAÇÃO:

O profissional da construção civil deve ter orientação da NBR em seus conhecimentos a tratar sobre os tipos mais adequados de materiais a serem utilizados nos diferentes processos de construção, quais os produtos são os mais recomendados e os procedimentos necessários para que a construção aconteça de forma segura, tanto para o trabalhador que está erguendo a obra, quanto para o consumidor na aquisição do produto final.

QUALIFICAÇÃO:

No momento em que há a padronização de processos, produtos e serviços, há uma impulsão de qualidade sobre o resultado da obra. O empreendimento passa por um processo considerado como qualificado para o consumo e mantém a idoneidade do fornecedor de serviços nas técnicas da construção civil.

ESTIMULANTE:

As normas estabelecem um padrão a ser seguido, portanto, todo empreendimento que não observar as considerações está abaixo dos padrões de qualidade. Considera-se, nesse sentido, que as normas influenciam no processo de estimulação da competição no mercado, fazendo com que as empresas se esmerem cada vez mais em suas atividades.

PREVENÇÃO:

Durante o procedimento de qualquer atividade podem surgir imprevistos, erros e incompatibilidade entre as etapas do processo e é para evitar que eventualidades desagradáveis aconteçam no decorrer do desenvolvimento de todo o trabalho, que as normas NBR acrescentam de forma positiva e significativa na segurança estabelecida para o setor.

PADRONIZAR:

Os processos de produção são padronizados para que se mantenha uma equidade entre a qualidade dos materiais utilizados e a entrega do produto ao consumidor final.

PRINCIPAIS NORMAS APLICADAS NA CONSTRUÇÃO CIVIL

• Definição de padrões para utilização de vidros na construção civil;
• Necessidade de criar projetos para os sistemas de edificação;
• Sobre os sistemas de operação, utilização e manutenção nos processos de construção;
• Considera os procedimentos sobre o revestimento interno de paredes e tetos, especificando sobre a utilização das pastas de gesso;
• Apresenta regras e condições estabelecidas referentes às reformas em construções de edifícios;
• Estrutura diretrizes que consideram possíveis riscos na elaboração do projeto e tem por finalidade e prevenção desses riscos;
• Aborda a necessidade da qualificação do profissional que desempenharás as funções no sistema de construção;
• Preza pelo cuidado relacionado a todo o processo hidráulico da edificação, assim como estabelece as condições necessárias para o sistema elétrico predial;
• Estabelece padrões sobre a elaboração de projetos de estruturas de concretos;

Powered by Rock Convert

As normas sofrem constantes reajustes e no ano de 2013 foi elaborada pela ABNT as Normas de Desempenho de Edificações que estabelece parâmetro que atendem aos benefícios de consumidor exigindo qualidade nos produtos utilizados na obra, sendo essas exigências, obrigatórias.

CONJUNTO DAS NORMAS

Ao todo, temos o montante de 881 normas e em sua totalidade são separadas em 05 grupos:

VIABILIDADE, CONTRATAÇÃO E GESTÃO:

é o conjunto de normas que observa a garantia de que os métodos de contratação e gestão do projeto são viáveis que não causarão danos posteriores.

DESEMPENHO, PROJETOS, ESPECIFICAÇÃO DE MATERIAIS E SISTEMAS DE CONSTRUÇÃO:

essas normas se apresentam em maioria e tratam especificações técnicas da construção civil sobre toda a estrutura do projeto em questão, estabelecendo padrões para sua eficiência.

EXECUÇÃO DE SERVIÇOS:

essas normas abordam a execução dos serviços e seus procedimentos operacionais, onde estabelece um nível de segurança tanto para o profissional que está realizando as atividades construtivas quanto para o cliente consumidor que será o adquirente do produto.

CONTROLE TECNOLÓGICO:

estabelece o controle de todos os materiais que serão utilizados no decorrer da obra e avaliam tanto os instrumentos quanto os sistemas em execução.

MANUTENÇÃO:

verifica se todos os sistemas e procedimentos estão de acordo com a proposta do projeto, garantindo assim que toda a obra esteja padronizada e cumprindo as diretrizes estabelecidas. Dessa forma, o produto será entregue com a qualidade que o cliente consumidor espera.

O processo de construção civil vai além da manipulação de sistemas e materiais, ele é amplo e complexo, onde lida com vidas e planejamentos. É vislumbrando a necessidade de estabelecer padrões de qualidade para uma construção eficiente e bem estruturada que se estabelecem as normas ABNT, que garantem a segurança para os profissionais que estão trabalhando na obra e para o cliente consumidor que irá usufruir da moradia ou estabelecimentos comerciais. Como em toda a relação de negócio, ambas as partes devem sair beneficiadas e no caso da construção civil, essa premissa não deve ser diferente. A qualidade deve ser empregada em todas as etapas nos processos de construção.

Ainda não usa o Orcafascio.com para elaborar orçamentos de suas obras? Solicite uma demonstração GRÁTIS e ganhe 7 dias para testar.

Fale com um especialista Orcafascio

😁 Gostou? Deixe seus comentários.