Quais as principais normas da ABNT para Construção Civil?

ABNT

QUAIS AS PRINCIPAIS NORMAS ABNT PARA CONSTRUÇÃO CIVIL?

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) é um organismo da iniciativa privada, sem fins lucrativos, fundado em 1940 e que tem o objetivo de padronizar técnicas produtivas de vários setores, inclusive da Construção Civil.
As normas publicadas pela ABNT são regras que servem para garantir a qualidade e a padronização dos processos e técnicas, e, no caso da Construção Civil, auxilia para que os profissionais e empresas do ramo possam garantir a qualidade das obras, além de segurança jurídica.
Ao todo, foram publicadas 881 Normas Brasileiras (NBR) aprovadas pela ABNT para a Construção Civil, e novas regras são postas em discussão e aprovadas todos os anos, atendendo à demanda de normas por parte da sociedade e do setor.
A seguir, você confere as normas mais relevantes para o setor, divididas entre os diversos setores e especialidades da Construção Civil.

NBR 6118 | Projeto de Estruturas de Concreto – Procedimento

A NBR 6118 é um documento de 225 páginas que elabora detalhadamente sobre as exigências que as construções de grande ou pequeno porte devem cumprir para atender aos requisitos básicos exigíveis para projetos de estrutura de concreto simples, armado e protendido.
A norma não inclui os demais tipos de concreto, como concreto leve, pesado e especiais, que tem seus detalhamentos em regulamentos específicos.
Esta é NBR é, possivelmente, a norma mais relevante para a Construção Civil, pois estabelece os parâmetros gerais e específicos para os projetos de concreto como um todo, incluindo os requisitos gerais de qualidade das estruturas, diretrizes e critérios de durabilidade do concreto, além de fornecer parâmetros de segurança e efeitos sobre os materiais, entre outros.

NBR 7190 | Projeto de Estruturas de Madeira

As obras que tem a estrutura de madeira como base do projeto, ou que empregam madeira na execução da obra, encontram na NBR 7190 as condições gerais de execução e controle destas estruturas, como pontes, coberturas e pisos de madeira, entre outras.
A NBR 7190 também trata das condições básicas de segurança do uso do material, dos limites da aplicação de esforço e da deformação, das propriedades da madeira e das disposições construtivas, entre outros parâmetros necessários para projetos de estruturas de madeira.

NBR 7199 | Projeto, Execução e Aplicações dos Vidros na Construção Civil

Esta norma datava de 1989, e passou por uma série de atualizações em julho de 2016, quando teve a clareza do texto ampliada para evitar dúvidas de interpretação, principalmente em relação à indicação dos vidros para cada aplicação. Além disso, a NBR foi atualizada para se adequar às normas internacionais, principalmente em relação à utilização de vidros de segurança (temperado, laminado e aramado).
O documento de 57 páginas estabelece as regras gerais para a utilização dos vidros na Construção Civil e trata de normatizar a aplicação correta para cada tipo de vidro, a utilização em coberturas, portas e divisórias, segurança em relação às aplicações e espessuras, entre outros assuntos.

NBR 7480 | Aço Destinado a Armaduras para Estruturas de Concreto Armado – Especificação

Esta norma técnica veio para estabelecer os requisitos exigidos para fabricação, encomenda e fornecimento de barras e fios de aço voltados a armaduras para estruturas de concreto armado, guiando desde as características geométricas ideais para barras lisas, nervuradas e fios até os requisitos de propriedades mecânicas de tração e dobramento, passando pela soldabilidade dos materiais.
O documento também trata das condições de recebimento do aço, da inspeção dos materiais e da verificação da qualidade destes, ao mesmo tempo em que estabelece os parâmetros de rejeição ou aceitação das barras e fios de aço, assegurando a confiabilidade geral da parte estrutural do concreto armado.

NBR 12721 | Avaliação de Custos de Construção para Incorporação e Outras Disposições para Condomínios Edifícios – Procedimento

A NBR 12721 estabelece o procedimento técnico para avaliação de custos unitários, cálculo do rateio de construção, critérios gerais de cálculo de área, coleta de preços, entre outros. Ou seja, é essencial para todos os profissionais que elaboram orçamentos de incorporação.
A norma tem um foco claro na regulamentação de regras que conduzam à definição do objeto de transação, fazendo uma comparação entre o preço da transação e o montante de recursos investido na construção. Isso permite que sejam estabelecidos coeficientes de proporcionalidade para o custo de todas as áreas relacionadas a cada imóvel, incluindo estacionamento, áreas de uso comum, entre outras.
Esta NBR também estabelece os critérios para a obtenção do Registro da Incorporação (RI), e cria a padronização de todas as características construtivas inclusas em cada unidade que será entregue ao consumidor.

NBR 13818 | Placas Cerâmicas para Revestimento – Especificação e Métodos de Ensaio

Por fim, falaremos sobre a NBR 13818, uma importante norma que trata de fixar todas as características exigíveis para todas as etapas que influenciam na qualidade das placas cerâmicas de revestimento, incluindo fabricação, marcação, declarações em catálogos, recebimento, inspeção e aceitação destes materiais.
Os objetivos principais da norma dizem respeito à construção de um padrão de qualidade e segurança baseados em metodologias de comunicabilidade de características dos produtos por parte dos fabricantes e fornecedores de placas e revestimentos cerâmicos, além de estabelecer como os compradores devem inspecionar e utilizar os materiais. Pretende-se, desta forma, criar um ambiente em que a máxima qualidade das placas cerâmicas para revestimento esteja mantida por toda a cadeia produtiva, induzindo um aumento na qualidade dos materiais.

Estas são as principais normas, e devem ser consultadas e estudadas por todos os profissionais da Construção Civil em suas respectivas especialidades, de modo a garantir a qualidade e a segurança de todas as obras.
Existem ainda outras centenas de normas, todas extremamente importantes e que tem especificidades que devem ser observadas para salvaguardar a obra de problemas técnicos e judiciais.
O cumprimento das NBRs também permite aumentar a produtividade e reduzir os custos de cada projeto e obra pelo Brasil, possibilitando um aumento da competitividade e um melhor aproveitamento dos recursos, garantindo a entrega de um ótimo produto para o consumidor.

Veja aqui como importar composições próprias para o sistema OrçaFascio.

Ainda não usa o Orcafascio.com para elaborar orçamentos de suas obras? Solicite uma demonstração GRÁTIS e ganhe 7 dias para testar.

Fale com um especialista Orcafascio

😁 Gostou? Deixe seus comentários.