Guia com melhores práticas de evitar o desperdício na obra

Guia com melhores práticas de evitar o desperdício na obra

No ramo da construção civil, bem como em qualquer outro setor do mercado, um dos grandes desafios para as empresas é evitar o desperdício de materiais. Tal situação está presente na maioria dos empreendimentos e pode gerar diversos impactos negativos para as construtoras, desde o aumento dos custos da obra até o descarte inadequado de matéria-prima que poderia ser utilizada em outras construções.

Na maioria das vezes, esse problema acontece devido à falta de planejamento da obra e de conscientização por parte dos responsáveis. O que muitas construtoras e empresas do ramo ignoram, porém, é que essa etapa pode ser crucial para a economia de recursos e mão de obra, além de contribuir com a preservação do meio ambiente.

É por isso que, no artigo de hoje, você vai encontrar um guia com as melhores práticas para evitar o desperdício na construção civil. Você aprenderá como reverter esse problema por meio de atitudes conscientes, as quais tornarão seus empreendimentos muito mais sustentáveis e com menos prejuízos financeiros. Confira!

1. Planejamento é a palavra-chave

A primeira dica é também a mais valiosa e pode determinar todo o sucesso do empreendimento: faça um planejamento. Nessa etapa, a construtora deve reunir todos os engenheiros e responsáveis pela obra para que estes possam calcular a quantidade exata de materiais que deverá ser utilizada, levando em consideração as metragens de cada área. Assim, o desperdício é evitado antes mesmo do início da construção.

2. Profissionais responsáveis e conscientes

Uma das melhores maneiras de evitar o temido desperdício em uma obra é investir na contratação de profissionais experientes e responsáveis. Com uma mão de obra qualificada e consciente, é possível evitar o uso excessivo e desnecessário de materiais, garantir que estes sejam corretamente descartados e reciclados, quando viável, e ainda assegurar que o canteiro de obras seja mantido sempre organizado.

Além da preocupação com a contratação de trabalhadores responsáveis, é importante que a construtora ofereça programas de treinamentos aos seus colaboradores. Isso pode ser feito a qualquer momento, principalmente quando eles estiverem reunidos no canteiro de obras, a fim de que todos os membros do projeto entendam a real importância de se evitar os desperdícios.

3. Não compre mais do que o necessário

Essa pode parecer uma dica óbvia, mas que não poderia ficar de fora desse guia. Quando uma empresa adquire mais materiais do que utilizará em determinado empreendimento, é bem provável que ela venha a sofrer com os desperdícios.

Para evitar que isso aconteça, nada melhor do que comprar somente o necessário. Assim, é possível garantir que todos os materiais sejam utilizados, como previsto na fase de planejamento, e ainda facilitar o processo de armazenagem dos produtos. Também é importante se certificar de que não haja pedidos duplicados ou com quantidades erradas.

4. Armazenamento e transporte adequados

Outra forma bastante simples e eficaz de evitar o desperdício na construção civil é investir no armazenamento e no transporte adequados. Isso porque, em boa parte dos casos, o problema é decorrente de quebras de peças de diferentes acabamentos, uma situação que pode interferir negativamente nos resultados de um empreendimento.

Além disso, quando os materiais são expostos à chuva, umidade ou sol forte, podem se danificar com muito mais facilidade. Em ambos os casos, a empresa geralmente precisa arcar com altos custos para a reposição do material perdido, aumentando os prejuízos.

Por isso, é essencial que qualquer construtora ou empresa de construção civil empregue tempo e dinheiro em processos de armazenagem e transporte apropriados. Dessa forma, é possível contribuir para a redução do número de peças quebradas ou danificadas e, consequentemente, para a redução do desperdício.

Powered by Rock Convert

5. Preparo do concreto

Um dos materiais que mais geram desperdício em uma obra é o concreto. Como a mistura endurece após um período, é impossível reaproveitá-la em outras construções e ela acaba por virar entulho. Por isso, a dica é preparar a medida certa de concreto, calculando exatamente a quantidade de material que será utilizada.

6. Reaproveite sempre que possível

A reciclagem é uma forma inteligente de evitar o desperdício ao mesmo tempo em que contribui para a preservação do meio ambiente. Sendo assim, uma construtora deve adotar esse conceito no dia a dia de seus empreendimentos, independentemente do seu tamanho, e de diferentes maneiras.

Restos de entulho e tijolos podem ser triturados ou enviados a programas de reciclagem, ferros e metais podem ser derretidos e reutilizados com outras finalidades, e até mesmo a água não utilizada pode ser reaproveitada em outras obras. Tais medidas são uma ótima opção para quem deseja aliar economia e sustentabilidade.

7. Monitoramento constante

Quando uma construtora monitora todas as ações de uma obra e mantém seus colaboradores informados sobre cada processo, fica muito mais fácil evitar o desperdício. Muitas vezes, o problema ocorre justamente por falta de instrução, por isso a importância de um monitoramento constante, no qual a empresa identifique quais materiais estão sendo usados em excesso e em que locais isso acontece.

Nesse momento, a empresa também deve verificar seu estoque, a fim de saber quais materiais estão disponíveis e quais precisam ser repostos, assim como para controlar datas de validade e rotatividade dos insumos.

8. Tecnologia a favor

Não há dúvidas de que os avanços tecnológicos já alcançaram todos os setores do mercado, inclusive o da construção civil. Assim sendo, por que não utilizar essa tecnologia a favor da redução de desperdícios nos mais variados tipos de empreendimentos?

Ela pode ser utilizada, por exemplo, no controle dos materiais que entram e saem do canteiro de obras. Por meio de ferramentas específicas para isso, como os softwares de gestão de obras, uma construtora pode gerenciar melhor cada um dos seus insumos, evitando que haja excesso de produtos que mais tarde não serão utilizados.

Está claro que, sem um planejamento adequado e um monitoramento constante, se torna quase impossível evitar os desperdícios dentro de um canteiro de obras. No entanto, seguir as dicas aqui apresentadas pode ser uma ótima maneira de minimizar os prejuízos financeiros e, o melhor, de garantir um empreendimento sustentável e que não prejudique o meio ambiente.

Ainda não usa o Orcafascio.com para elaborar orçamentos de suas obras? Solicite uma demonstração GRÁTIS e ganhe 7 dias para testar.

Fale com um especialista Orcafascio

😁 Gostou? Deixe seus comentários.