Cálculo de BDI para Orçamento de Obras

Como calcular o BDI

O BDI é um percentual proporcional à realidade da empresa ou às exigências do contrato.

O que é Calculo de BDI

A despesa direta está diretamente ligada aos insumos e serviços dentro da composição, mas há despesas que são necessárias para que sejam efetuados os serviços, porém não estão previstas diretamente na composição, a essas despesas chamamos de indiretas e são cobertas pelos Benefícios e Despesas Indiretas (BDI).

As composições de Custos Unitários de Serviços devem ser constantemente atualizadas, uma vez que é muito rápida a alteração dos procedimentos executivos e das inovações tecnológicas e de materiais.

O BDI é um percentual proporcional à realidade da empresa ou às exigências do contrato, ou ainda, função da localização do serviço com o prazo contratual.

São tomados como base de cálculo os seguintes  elementos  de custos indiretos previamente definidos e já estabelecidos como: Administração Central, Custo Financeiro, Margem de Incerteza, Tributos Municipais,  Estaduais, Federais e a margem de contribuição ou lucro. Tais sentenças são indicadas pelo Instituto Brasileiro de Engenharia de Custos  (IBEC), com base em consenso internacional.

Como calcular o BDI

Portanto o calculo do BDI é de suma importância para a composição de um orçamento de obras, dele dependem o lucro da sua empresa e a cobertura com gastos eventuais.

Vejamos um exemplo simples dado pelo profissional de referência nas áreas de planejamento e orçamento de obras, com vários livros publicados, Aldo Dória em uma publicação em seu blog em 26 de março de 2015.

Seja uma obra hipotética composta de apenas 4 serviços, aos quais o construtor terá que apresentar preços e participar de uma licitação:

Powered by Rock Convert
Planilha de serviço

 

SERVIÇO UNID. QTDE.
Escavação M3 10
Fôrma M2 70
Armação Kg 500
Concreto M3 5

O engenheiro montou uma composição de custos para cada item e chegou ao custo direto total da obra:

Custo Direto

 

SERVIÇO UNID. QTDE. Custo unit.(R$) Custo total (R$)
Escavação M3 10 10,00 100,00
Fôrma M2 70 20,00 1.400,00
Armação Kg 500 5,00 2.500,00
Concreto M3 5 200,00 1.000,00
                         Total                                                             5.000,00

O montante de R$ 5.000,00 não é ainda o preço de venda; é apenas o custo direto. Falta somar a ele o custo indireto que já mencionamos acima. Suponha que estes outros itens tenham os seguintes valores:  

Custo indireto R$ 500,00
Administração central R$ 50,00
Riscos eventuais R$ 50,00
Imposto 10% sobre o faturamento
Lucro  (Bonificação) 10% sobre o faturamento

Para chegar ao preço de venda, a conta é:

A razão implícita nesta fórmula é que tudo aquilo que incide sobre o preço de venda deverá estar no denominador da fórmula, pois de outra forma a conta não fecha. Verifiquemos se nossa conta fecha:

Primeira pergunta: por que não fazer primeiro a aplicação do lucro e depois dos impostos, ou vice-versa? A resposta é: a conta não vai fechar. Se o construtor quer, por premissa, computar os impostos e o lucro sobre o preço de venda, esses dois percentuais devem seguir juntos, somados.

Bom, voltando ao exemplo, se desejamos participar da licitação com uma proposta de R$7.000,00 e só há espaço para informar preço dos quatro serviços da obra, teremos que diluir sobre o custo direto da obra todas as outras rubricas do orçamento. Em outras palavras, temos que distribuir na planilha o custo dos itens que não figuram explicitamente na planilha.

Como vemos, o calculo de BDI é de extrema necessidade para calcular os custos imprevisíveis de uma obra.

Faça seus cálculos de BDI 8x mais rápido em um sistema 100% seguro.

Sistema de orçamento de obras Orçafascio

Sistema de orçamento de obras com tabela SINAPI

Related Post