Canteiro de obras de forma eficiente, veja 5 dicas para planejar.

5 dicas para planejar um canteiro de obras de forma eficiente

Entenda como constituir um canteiro de obras eficiente.

Um empreendimento na construção civil é sempre um desafio que coloca várias etapas para sua conclusão. É importante que engenheiros civis, técnicos em edificações, arquitetos, incorporadoras, construtoras, além de outros profissionais e empresas do setor pensem na dinâmica da obra de ponta e a ponta.

Para iniciar com o pé direito é necessário um bom planejamento no canteiro de obras – onde ficarão os trabalhadores e suas instalações –, tornando a construção eficiente, agilizando processos, diminuindo custos e tendo controle das etapas. Por isso a OrçaFascio, software de engenharia para elaboração de orçamento, traz um guia prático com 5 dicas para planejar um canteiro de obras de forma eficiente.

1. Conheça o espaço disponível

Não podemos iniciar nenhum tipo de empreendimento sem o devido planejamento do espaço que teremos disponível. Isto porque é necessário pensar em várias situações que contribuirão para o andamento da obra: as instalações dos trabalhadores da construção civil, que incluem um local para refeições, banheiro improvisado, armários para guardar itens pessoais, entre outros; o local onde estarão postos os materiais a serem utilizados na obra (e aqui falamos de um espaço bem abrangente); onde será a saída e entrada de materiais e pessoas, permitindo a agilidade no processo; e questões como água e energia elétrica.

Perceba que você necessitará da planta do empreendimento se quiser realizar esse procedimento da melhor forma possível. Por isso, se necessário, busque a ajuda de um engenheiro (se você não for esse profissional), que contribuirá para que você otimize o espaço e não atrapalhe a obra.

Tenha, ao menos, um pequeno alojamento que pode ser construída de madeira, de acordo com a legislação – regulada pelas Norma Regulamentadora 18 (NR 18), que dispõe sobre o ambiente de trabalho no setor e a Norma Técnica 1367 (NBR 1367), que fala sobre como será a área de vivência. Por fim, um almoxarifado para guardar os materiais e o isolamento da área já nos permitem passar para o próximo passo.

2. Inclua tudo no orçamento

Um erro comum de muitos profissionais da construção civil é desprezar o planejamento do canteiro de obras no momento de orçar. Isso pode trazer gastos não previstos e deixar o empreendimento mais caro, criando alguns entraves que refletirão posteriormente sobre o valor final da obra.

Desta forma, coloque todos os custos do canteiro antes mesmo de começar o trabalho – e, para isso, utilizar um software de engenharia como da OrçaFascio permite que você reduza o tempo, conheça os melhores preços do seu estado (ou até de vizinhos) e ainda possa utilizar seus orçamentos para obras futuras.

Mas, qual seriam os componentes a serem colocados no orçamento para gerir da melhor forma possível o canteiro de obras? Simples: materiais para o isolamento da área, como tapumes e vigas de madeira; componentes a serem utilizados provisoriamente para a instalação da área de alimentação, convívio e sanitários que os profissionais usarão durante a obra; controle de estoque e materiais com um profissional responsável por isso através do orçamento realizado junto ao OrçaFascio, permitindo que nada possa sair do canteiro sem a devida autorização; entre outros gastos que, por menores que sejam, podem chegar a até 10% do valor total da obra se não forem feitos de forma correta.

3. Foco na legislação e normas técnicas/reguladores

Como dito acima, é preciso ficar atento a NR 18 e a NBR 1367, pois elas dispõem o que, literalmente, pode e não pode num canteiro de obras – e contribuem para uma gestão mais eficiente do espaço destinado aos trabalhadores da construção civil, bem como a disposição de materiais.

Por exemplo, o sanitário é necessário para cada 20 funcionários, enquanto os chuveiros são um em cada 10 trabalhadores da construção civil. Não é possível fazer nenhum tipo de instalação dos profissionais que sejam em desnível da obra, ou seja, no subsolo, assim como é primordial a elaboração de uma área administrativa de acordo com o número de pessoas envolvidas no empreendimento.

Outras disposições nos dão a ideia espacial de como atender a NR 18 e NBR 1367: o ambulatório será obrigatório em canteiros de obras que contenham mais de 50 profissionais e os refeitórios precisam seguir regulamentações acerca de questões sanitárias, principalmente quando a obra lida com materiais tóxicos que podem contaminar os alimentos mesmo sem o contato direto.

Não esqueça que questões acerca do controle de horas trabalhadas, organização e limpeza do canteiro de obras, bem como ações para impedir acidentes também estarão regulamentadas através das duas disposições descritas.

4. Trabalhos iniciados, atenção redobrada

Não apenas planejar, orçar e conhecer a legislação é suficiente para constituir um canteiro de obras de forma eficiente. Também precisamos nos preocupar com ele quando a obra efetivamente começar.

Por isso, a primeira dica neste tópico é ter um eficiente controle do uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), que garantirão a segurança do trabalhador. Um profissional deverá ser escolhido especificamente para cuidar desta situação. Também conheça e entenda como os materiais estão sendo armazenados e transportados dentro do canteiro – isto porque o excesso pode ficar exposto a condições climáticas como sol e chuva, deteriorando materiais.

5. Tenha controle sobre todo o local

Alguns outros detalhes são importantes para a gestão eficiente de um canteiro de obras: a documentação da obra deverá estar junto a parte administrativa do empreendimento, assim como as placas de identificação do Creas (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia) do seu estado, que constará dados que vão desde o registro profissional do engenheiro civil (CRM) responsável pela obra até questões como a incorporadora ou construtora detentora do projeto.

Para facilitar, mantenha tudo organizado através de planilhas, pastas e softwares de gestão e orçamento, para que o canteiro de obras esteja alinhado da melhor forma possível.

Para que seu canteiro de obra, contratação de profissionais, compra de materiais e todos os outros processos envolvidos em um empreendimento estejam integrados em apenas um lugar, utilize o software da OrçaFascio, com mais de 56 mil composições, que contribuirão para o orçamento mais rápido, organizado e dinâmico da sua obra.

Ainda não usa o Orcafascio.com para elaborar orçamentos de suas obras? Solicite uma demonstração GRÁTIS e ganhe 7 dias para testar.

Fale com um especialista Orcafascio

😁 Gostou? Deixe seus comentários.